O lenhador - Resenha

Dexter é um homem lindo, casado com Pétala à mulher de seus sonhos e que certamente seria aprovada por sua mãe. O casal vive em total harmonia, têm uma linda filha de 17 anos e muito espevitada. Cattleya é muito curiosa, romântica e sonhadora. Ela sonha em escrever um livro com a história de seus pais, e com isso, faz com que seu pai leia seus diários para que ela possa reunir material e criar seu livro.

Com a narrativa de Dexter, podemos conhecer um menino sofrido, que foi criado com agressões de um pai alcoólatra e com todo amor de sua mãe. Que foi uma mulher muitíssimo amorosa, cuidadosa e inteligente, tendo como único erro se apaixonar por um homem violento.

Aos 13 anos Dexter se viu livre de todas as agressões de seu pai, porém o amor de sua mãe também lhe foi privado na mesma noite triste. Seus pais morreram em um trágico acidente de carro. Ele se viu, com tão pouca idade, sendo obrigado a viver na solidão. 

Solidão esta que não o tornou duro, tão pouco agressivo como seu pai. Ele optou pelo amor que sua mãe o dedicou.

Dexter encontrou o amor de sua vida e vive a simplicidade das coisas boas. Contando a sua filha sobre seu amor, mesmo sem saber, ele a ajuda a curar seu próprio coração ferido.

Um livro intenso, cheio de amor e recheado com momentos incríveis. Qual será a razão das dúvidas? Qual o motivo, real, para sua filha estar tão empenhada em escrever um livro sobre ele e Pétala?

Recomendo muito que leiam, pois, trata-se de uma leitura interessante e uma lição de vida. Um exemplo de como ensinar aos nossos filhos o valor real do do amor e o caminho a seguir.



Autora: Adriana Arebas
Nº de Páginas: 337
Editora: E-book Kindle

Sinopse: Dexter Sawyer teve uma infância difícil, humilde e dolorosa. Foi salvo pelo amor incondicional de sua mãe, que o modificou para o resto de sua vida, tornando-se um homem honrado e amoroso, porém, um tanto inocente para os intempéries da vida. Pétala Mackay, cresceu em um lar refinado, teve uma infância com acesso ao bom e de melhor. Ao contrário de Dexter, o que a salvou foi o amor do seu pai, que infelizmente a morte prematura a deixou a sua própria sorte.
Muito cedo teve que assumir os negócios da sua família, não podendo contar com o apoio de sua mãe e irmão.
Uma noite chuvosa, um acidente, um encontro totalmente inesperado faz com essas duas almas solitárias e sofridas se conheçam e sejam atraídas.
O que duas pessoas totalmente diferentes e vivendo em realidades opostas podem ter em comum?
O Lenhador é uma história marcada por encontros, desencontros, mundos opostos - onde o amor é a chave que pode alinhar essas vidas.


Nenhum comentário