O Príncipe Leopardo (Trilogia dos Príncipes #2) - Resenha


Autora: Elizabeth Hoyt 
N º de Páginas: 350
Editora: Record

Sinopse:O segundo livro da aguardada série de romances de época com uma forte pitada de erotismo! 

A única coisa que uma dama jamais deve fazer... 
Lady Georgina Maitland não quer um marido, embora ela pudesse ter um bom administrador para cuidar de suas propriedades. Ao pôr os olhos em Harry Pye, Georgina percebeu que não estava lidando apenas com um criado, mas com um homem. 

É se apaixonar...
Harry conheceu muitos aristocratas — incluindo um nobre que é seu inimigo mortal. Mas nunca conheceu uma dama tão independente, desinibida e ansiosa para estar em seus braços. 

Por um criado. 
Ainda assim, é impossível ter um relacionamento discreto quando ovelhas envenenadas, aldeões assassinados e um magistrado furioso tumultuam o condado. Os habitantes culpam Harry por tudo. Enquanto tenta sobreviver em meio à desconfiança e manter o pescoço de Harry longe da forca Georgina não quer perder outra noite de amor.
Georgina Maitland bonita e inteligente, não tem interesse algum por casamento.  Aos 28 anos, é uma lady totalmente diferente. A mais velha dentre os irmãos e herdeira de uma fortuna. Nunca idealizou um homem perfeito ou suspirou com ideias românticas. Com sua beleza excepcional, pele clara e cabelos ruivos, é uma mulher forte e determinada.
Após herdar a fortuna de sua tia, não se vê casando sem amor apenas para ter uma boa posição financeira.

Harry Pie, é um homem diferente, misterioso, de certo modo bruto, que trabalhou pesado para chegar até onde está, honesto e sábio assim como era o seu pai, se tornou administrador de terras. Com um passado que o assombra.
Sendo assim muito bem recomendado,  e a Lady o contrata para cuidar de suas terras. Ele se surpreende pois já conheceu muitos aristocratas mas uma lady conheceu uma tão independente, desinibida e que adora dar palpite em assuntos que não entende

O livro narrado em terceira pessoa, nos faz entrar na trama de modo que conseguimos ter uma visão de todos os acontecimentos de forma clara.
Georgina testa a paciência de Harry a todo momento, mostrando que não esta acostumada a ficar dentro de casa, até mesmo se arriscando e ficando ao lado dele em algumas atividades.

Está havendo muitas mortes de animas pelas redondezas e tudo indica que Harry é quem esta causando isso. Apenas a Georgina  acredita que ele não é o culpado.
Quando um acontecimento inusitado se encadeia, Harry não consegue manter a seriedade e se manter longe da patroa, despertando o interesse dela nele, não só como administrador.
 Beijá-la não era algo que passava pela cabeça dele. Mas então, de alguma maneira, ela estava em seus braços, e nada no mundo o impediria de sentir o seu gosto.
Com todo o suspense envolvido, misturado com dramas familiares e um passado conturbado, toda a relação do casal é construída, desde confiança construída entre eles, até a busca da verdade sobre os acontecimentos que cercam.

Por ela ser uma Lady rica e ele um emprega o relacionamento entre eles não seria bem interpretado, ainda mais com um inimigo da sua família tentando o enviar para atrás das grades.

Com todos os contra em cima deles, e um abismo cada vez maior entre ambos, seria possível esse relacionamento ir adiante?

Os personagens secundários também deixaram a trama mais envolvente, totalmente autênticos.
A narrativa é bem desenvolvida e flui de maneira que nos surpreende. Ambos os personagens são fortes, determinados e teimosos.

Assim como o primeiro livro, nesse também podemos acompanhar um conto paralelo que se conecta a história principal.
Finalizei o livro extasiada, gostei do desenrolar da trama e de como Harry é capaz de lidar com o furacão georgina.

A capa foi o que me atraiu a principio a Editora Record caprichou na diagramação e no acabamento dos livros, e eu simplesmente estou apaixonada por essa trilogia.

Em breve, a resenha do terceiro e ultimo livro desta trilogia tão encantadora.

Grande beijo e até a próxima.

2 comentários