O Silêncio das Águas - Série Elementos #3 - Resenha

Autora: Brittainy C. Cherry
Páginas: 364
Editora: Record

Sinopse: Quando a pequena Maggie May presencia uma cena terrível à margem de um rio, sua vida muda por completo. A menina alegre que vive saltitando de um lado para o outro e tem uma paixonite por Brooks Griffin, o melhor amigo de seu irmão, sofre um trauma tão grande que acaba perdendo a voz. Sem saber como lidar com o problema, sua família se vê em uma posição difícil e tenta procurar ajuda, mas nenhum tratamento vai adiante. Ao longo dos anos, Maggie aprende sozinha a conviver com os ataques de pânico e, sem conseguir sair de casa, encontra refúgio nos livros. 
A única pessoa capaz de compreendê-la é Brooks, que permanece sempre ao seu lado. A cumplicidade na infância se transforma em amizade na adolescência, até que um dia eles não conseguem mais negar o amor que sentem um pelo outro. Mas será que o forte sentimento que os une poderá resistir aos fantasmas do passado e a um acontecimento inesperado, que os forçará a navegar por caminhos diferentes?

Olá leitores do meu coração. A resenha de hoje é do livro “O silêncio das águas”,  terceiro livro da Série Elementos.  Simplesmente lindo e apaixonante.

Cada livro da série é independente, e as histórias não tem ligação umas das outras. Possibilitando assim, que você leia na ordem que achar melhor. Eu li todos em sua ordem de lançamento e não sei apontar um livro como favorito, pois AMEI todos.

Maggie May é uma menina muito alegre, falante (Muito falante rs), sonhadora e romântica.

Após ela e seu pai se mudarem para uma nova casa. Maggie conhece a Sra. Katie,  Calvin e  Cheryl. Juntos eles formaram uma nova família, o amor entre seus pais era algo que ela admirava e sua relação com seus irmãos era muito amigável e boa.

Brooks Griffin seu novo vizinho é amigo do seu irmão. Um menino doce que adora música e vídeo game. Ele resiste aos encantos de Maggie.

Maggie é apaixonada por Brooks e em sua mente ela fantasia que ele será seu futuro marido e que vão se casar,  assim como a maioria dos meninos na sua idade, essa não é uma das ideias favoritas dele, e mesmo sendo legal com Maggie ele não gosta muito da ideia de se casar com ela, ele sofre um pouco com as investidas dela "tadinho", mas achei divertido como ela o abordava e tirava ele do sério, das cartinhas que ela escrevia para e ele, as respostas de Brooks para ela eram sempre as melhores.

É legal ver ele mudando de ideia em relação a Maggie, ainda mais depois do primeiro beijo doce e inocente entre eles, seu coração derrete por ela, assim como o dela já é derretido por ele.

Mas em um dia que era para ser um dos mais felizes da vida de Maggie, acaba que mudando o curso dos seus sonhos. Em uma tarde ela sai de casa, sem que sua mãe sabia para encontrar Brooks, mas enquanto ela espera por ele acaba presenciando uma cena que horrível, ela tenta fugir e Brooks a salva.

Após esse susto, Maggie acaba perdendo a voz, e fica com síndrome do pânico o que faz com ela não consiga mais sair de casa.

Brooks acaba se sentindo culpado pelo o que aconteceu com sua pequena amiga, afinal ele demorou para encontrá-la, fazendo que o quer tenha acontecido com ela fosse sua culpa, mas a partir daquele momento ele seria diferente com ela, seria seu melhor amigo, seria sua âncora e faria de tudo para sempre vê-la sorrir.

Os anos se passaram, Maggie nunca mais saiu de casa, sempre que ela tentava sair, as vozes e lembranças daquela tarde a atormentava, fazendo com ela ficasse presa em seu quarto, suas viagens só aconteciam através dos seus livros que seu pai lhe dava, e eram MUITOS.

“Quando eu era mais nova, ler não era o que eu mais gostava de fazer, mas, à medida que os anos se passaram, a leitura se tornou a voz que eu perdi. Era quase como se os personagens morassem na minha cabeça e compartilhassem seus pensamentos comigo, e vice-versa.”

Mas ela também tinha Brooks e a música, toda noite ele a visitada para ouvir músicas juntos. Ela nunca se sentia sozinha ao seu lado, e mesmo tendo perdido a sua voz, ela sempre sabia o que ela queria dizer, adorava ver como ele compreendia cada expressão e gesto dela. Ele era um dos poucos que realmente sabia o que ela queria dizer.

Brooks se via a cada dia mais envolvido com Maggie, e seus sentimentos pela sua melhor amiga, foram aumentando e se tornando algo muito mais profundo e doce. A maneira que eles se envolvem é muito meiga, e mesmo sabendo que um relacionamento entre eles não seria fácil, ele está disposto a ter Maggie como sua amada namorada.

Juntos viveram emoções bem calorosas e intensas, Brooks demonstrava o quanto Maggie era especial e importante para ele, e ela era grata por tê-lo. 

Mas com o passar do tempo Maggie sentia que estava prendendo e atrapalhando a vida de Brooks. Mesmo o amando com todo so seu coração e sendo amada, ela sentia que era um incomodo, e que deixa-lo partir era coisa certa a ser fazer por ele, mesmo contra sua vontade.

Ele tinha banda com o Calvin e mais dois amigos, a banda foi ficando famosa, os garotos começaram a fazer muito sucesso, e mesmo não querendo e com Maggie terminando o namoro deles, ele aceitou que eles teriam que seguir caminhos diferentes e distantes um do outro.

No começo ambos manterão contato, e ainda compartilhavam suas experiencias e conquistas, mas com o passar dos anos o contato foi diminuindo cada vez mais.

“Houve muitos momentos em que abri o celular e olhei para o número dele, houve tantas vezes em que quase liguei para ver como ele estava...Dizia a mim mesma que eu ia ligar só uma vez, só para ouvir a voz dele de novo, mas nunca tive coragem de fazer isso, No fundo, eu sabia que, se ligasse uma vez, não ia conseguir viver sem ligar todos os dias.”

Depois de um terrível acidente com Brooks, Maggie teve que encarar seus medos e lembranças, para poder ajudar ele, pois o seu amor por ele era maior do que o medo que ela tinha. Passando ser a âncora dele, assim como ele foi ao longo dos anos para ela, ajudando ele a enfrentar seus medos, assim com ele a ajudou.  E num acontecimento um pouco inusitado Maggie recupera a sua voz. 

Mas ela ainda tinha que se livrar dos fantasmas de seu passado que tanto lhe assombrava. E revelar isso para todos, pois até então ninguém sabia o que realmente tinha acontecido. Tudo foi revelado de uma maneira muito tensa, e ela se viu com coragem e força para contar tudo o que tinha lhe acontecido, se libertando de todo o peso que carregava em si mesma.

Eu adorei as reviravoltas do livro, a leitura simplesmente fluía, e fui ficando cada vez mais envolvida. O final foi muito bonito, eu amei a Maggie e Brooks, com toda certeza eles estão na minha lista de casais mais fofos e lindos que tanto adoro.


Beijos até a próxima.

Nenhum comentário