Freud me Ajude! - Resenha

Com um vocabulário rico, Sinéia Rangel novamente me surpreendeu positivamente. O livro tem uma mensagem linda e me perdi nas páginas.

Catarina é uma mulher determinada, forte e dona de si. Brasileira, ela decidiu abandonar tudo e morar fora do Brasil, vindo apenas para visitar seu pai. Sendo assim, uma visita rápida, se tornou a estadia de 1 ano, devido ao acordo proposto pelo pai, onde a mesma teria que trabalhar e conhecer o haras na Bahia onde a fazenda era situada.

Vitor é um peão encantador, que mesmo sendo bruto em vários aspectos é um cara que protege e cuida de quem ama. Muito carinho e engraçado, me vi envolvida por ele. Por ser muito corajoso e sincero, ele foi derrubando as muralhas de Catarina, conquistando um espaço na vida dela.

Os personagens secundários também tem grande importância, deixando a história ainda mais completa e envolvente. Com diálogos envolventes, adorei conhecer melhor os costumes e palavras. O livro é recheado de um vocabulário tipico. Tendo Nina e Rubinho um casal que foi bastante significativo, cheios de humor e trapalhadas, me fizeram gargalhar, me vi apaixonada e torcendo muito por eles.

O romance do casal, inicialmente é algo mais carnal, aquele sentimento avassalador e intenso. Deixando ambos a flor da pele e  quando percebem estão completamente envolvidos e apaixonados.
" De que vale viver CEM anos se não tem uma grande história de amor pra contar? "
Apesar de ser bastante divertido, a história passa por momentos de reflexão, deixando alguns assuntos importantes e sérios em evidência. Mesmo com esses trechos, a leitura não ficou pesada ou cansativa, fiquei com o coração transbordando de compaixão. A autora abordou um assunto sério de forma bastante informativa, fazendo com que nós leitores, pudêssemos acompanhar as dificuldades e entender melhor a situação.

Não sendo um romance fácil, os personagens precisaram amadurecer muito para finalmente ficarem juntos. Catarina devido as suas limitações (na cabeça dela), tinha muito medo de se entregar, não queria nenhum relacionamento a longo prazo ou conviver com outra pessoa de maneira definitiva. Vitor é um cara que cuida, que ama, que protege e tem um gesto lindo no livro, que me fez chorar. Com uma atitude linda, ele deixou de queixo caído.

 O livro de modo geral traz o sentimento de superação e esperança. Senti o amor nas páginas e como ele é capaz de nos mudar, mostrando nossa melhor versão.
"A finitude é a razão pela qual devemos VIVER NO HOJE valorizar cada respiração e fazer valer cada batida perdida"
Espero que gostem, super indico a leitura.
Autora: Sinéia Rangel
Nº de páginas: 365
Editora: E-book Amazon /  Independente

Sinopse: Aos olhos dos outros, Catarina Albuquerque é uma mulher superficial e egoísta. À primeira vista, ninguém saberia a profundidade das suas angústias.
Intimada por seu pai para voltar ao Brasil, ela não sabia o que a esperava quando chegou ao haras, no interior da Bahia. Percebeu que a sua estadia seria tão complicada quanto emocionante ao conhecer Vítor Lobato. Um peão chucro, rude e com quem teria que aprender a conviver.
Ela tem um ano. Exatos 365 dias para provar que pode enfrentar os seus fantasmas e assumir as rédeas da sua vida. Então poderá decidir-se entre ir embora ou ficar.
Que Freud a ajude!

Nenhum comentário