Nove Minutos (Nine Minutes # 1) - Resenha

Esse livro me trouxe sentimentos conflitantes, fiquei um pouco desnorteada e com a sensação de estar ''pisando em cascas de ovos''.

Já iniciamos a leitura pelo fim, isso mesmo, o livro irá retratar como tudo aconteceu até chegar nesse determinado momento.

Ao pegar uma carona com um motoqueiro desconhecido Ginny é sequestrada com 15 anos e tem sua vida virada de cabeça para baixo, tudo muda drasticamente e ela se vê em um mundo sombrio e extremamente violento. Tendo que lidar com diversas situações e não sabendo em quem confiar.

Seu sequestrador é cruel com todos a sua volta, porém a trata como se fosse algo precioso e que necessita de cuidado.

Com a narrativa sendo feita por ela, na prática percebemos o amadurecimento e crescimento da personagem.

Grizz foi um personagem que eu amei odiar, foi uma montanha russa muito louca de sentimentos. O envolvimento entre Ginny e Grizz em meio a complexidade da situação, cobertos de violência e caos é completamente avassalador.

“Ele não tinha nenhuma maneira de saber que ela se tornaria sua obsessão e o único e verdadeiro amor da sua vida. Que ela acabaria por ser a razão da sua morte.”

A autora conseguiu me prender as páginas do inicio ao fim, com cenas impactantes, drama, suspense e muita emoção. Sua narrativa é muito fluída e envolvente.

Com um final avassalador e chocante, finalizei a leitura enlouquecida e ansiando por mais.
Autora: Beth Flynn
Editora: 3DEA
Nº de páginas: 227


Sinopse: Ginny Lemon é protagonista de um romance recheado de mistério e reviravoltas inesperadas. Nove Minutos leva os leitores ao mundo de uma gangue de motoqueiros e para dentro do coração de uma jovem, cujo sequestro causou grandes dores.

Com quinze anos, Ginny é sequestrada por um membro das mais conhecidas e agressivas gangues de motoqueiros do sul da Flórida. A partir daquele momento, sua vida muda para sempre. Ela ganha um novo nome, uma nova identidade e uma nova vida em meio ao mundo assustador e violento, onde todo mundo tem um nome de guerra e a lealdade é equivalente à sobrevivência. No meio de tudo isso está o líder da gangue, Grizz: enorme, bonito, assustador e, surpreendentemente no que diz respeito a Ginny, carinhoso. Ela se torna sua obsessão e o único grande amor de sua vida.

Assim começa um conto de obsessão emocional e manipulação de uma jovem afastada de tudo o que conhece e forçada a se apoiar na única pessoa que oferece atenção, afeto e cuidado: seu sequestrador. Precoce e inteligente, mas ainda uma adolescente, Ginny sofre para se adaptar a sua vida, inicialmente resistindo, e aceitando a sua nova realidade.

Nenhum comentário